Rua Sacadura Cabral, 369 - Rio de Janeiro-RJ 21 2263-1313

Elevadores: a origem

Gostou? compartilhe!

Elevadores: a origem

Elevadores: a origem

Imagine as nossas vidas sem os elevadores. Para apenas alguns andares, subir e descer escadas é um ótimo exercício para a saúde. Mas para andares elevados e transporte de grandes cargas, que sufoco! Aliás, não precisa nem pensar em grandes cargas, pense no transporte de compras de supermercado ou a locomoção de pessoas idosas. O elevador é um advento e tanto!

 

Os elevadores, como conhecemos, essas caixas automatizadas e movidas à eletricidade, datam de 1880. O alemão Werner Von Siemens aprimorou a invenção já movida por sistema hidráulico, criada em 1846 por Sir William Armstrong, e a vapor, um legado da revolução Industrial, garantindo que os elevadores pudessem trabalhar com eletricidade.

 

O mérito de andarmos confortavelmente para cima e para baixo sem nos preocuparmos é também de Elisha Graves Otis, que criou o primeiro sistema de segurança de elevadores. Antes disso, ninguém tinha coragem de arriscar. Os elevadores não eram nada populares para o transporte de pessoas, apenas para alguns excêntricos e com uso residencial, como Luiz XV, que, de acordo com os registros, foi o primeiro a instalar, em 1743, uma engenhoca que ligava os seus aposentos aos de sua amante, Madame de Châteauroux, no andar inferior.

 

Antes disso, historiadores reconhecem o uso de sistemas similares elevatórios em casas de membros abastados da elite romana (onde seriam operados por força de homens escravos) e para o transporte de cargas pesadas destinadas à construção e ao transporte de água pelos egípcios em 1.500 a.C.

 

Toda vez que você chegar em casa cansado, com muitas sacolas de compras ou precisar subir ou descer cargas pesadas, agradeça a esses antepassados históricos.



Gostou? compartilhe!