Rua Sacadura Cabral, 369 - Rio de Janeiro-RJ 21 2263-1313

Salta esclarece aos pouquinhos: ABNT NM 207 - 3

Gostou? compartilhe!

Salta esclarece aos pouquinhos: ABNT NM 207 - 3

Salta esclarece aos pouquinhos: ABNT NM 207

Tema de hoje: troca de piso de elevadores

Neste post, falaremos de mais um tópico da ABNT NM 207, que, em 2008, substituiu a norma ABNT NBR 7192, antes precedida pela NB 30.

 

Você já trocou os pisos dos seus elevadores?

Se a resposta for positiva, precisa ficar atento aos “requisitos de acessibilidade” e sobre a exatidão de nivelamento e parada, descritos item 5.2 da NM 2017, que alerta sobre as especificações para nivelamento entre porta da cabina e soleira da porta:

 

  • a exatidão de parada do elevador, que deve ser de +/- 10mm;
  • a exatidão de nivelamento de +/- 15mm que deve ser mantida.*

 

*REFERÊNCIA: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT – NBR 15597:2008 e NBR NM 207

 

Ao substituir pisos antigos é necessário contar com a orientação da empresa responsável pelos seus elevadores (aliás, em caso de qualquer alteração estrutural, mesmo que seja a colocação de um espelho na cabina). Isso porque, duas situações podem acontecer por conta da troca dos pisos sem orientação:

 

  • Acréscimo de peso, que deve ser compensado por meio de ajuste de máquinas. Caso isso não seja feito, o funcionamento dos elevadores pode ser comprometido e a conta de energia pode ficar mais cara, devido a não regulagem.
  • Um ligeiro degrau entre o piso exterior e a cabina pode surgir, o que representa risco aos passageiros. É preciso fazer a regulagem, levando em conta o peso do novo piso.

 

Somente especialistas podem orientar arquitetos e demais envolvidos nas obras de reforma sobre esses aspectos. Agora que você já sabe, não arrisque os seus elevadores!

 

Até mais!

 

Ilídio Lopes Gomes Sequeira
Engenheiro e Diretor da Elevadores Salta.



Gostou? compartilhe!