Rua Sacadura Cabral, 369 - Rio de Janeiro-RJ 21 2263-1313

Luzes de emergência e alarmes de elevadores

Gostou? compartilhe!

Luzes de emergência e alarmes de elevadores

Luzes de emergência e alarmes de elevadores

Ninguém quer ou espera ficar preso em elevadores. Os responsáveis pelo prédio, ao lado da empresa de manutenção, devem trabalhar incessantemente para que as máquinas funcionem adequadamente e com segurança. Mas imprevistos podem acontecer, incluindo a falta de luz. Para esses casos é fundamental que luzes de emergência de cabinas de elevadores e alarmes estejam com a manutenção em dia e funcionando.

 

Estar em dia com esses sistemas não previne imprevistos, mas, certamente, evita consequências mais graves e garante um pouco de bem-estar a quem fica dentro dos elevadores, aguardando atendimento da equipe que vai resolver o problema técnico para que a máquina volte a funcionar ou que seja capacitada para retirar indivíduos com total segurança de dentro das cabinas.

 

No caso das luzes de emergência, a presença de sistemas que garantam a iluminação é prevista por regulamentação. Os condomínios devem ter sistemas que forneçam, por meio de baterias, ao longo de pelo menos uma hora, energia para imprevistos.

 

O sistema de luz de emergência pode garantir, ainda, energia para o funcionamento dos alarmes em condições de falta de energia. Caso não sejam ligados ao sistema de luz de emergência, outra fonte deve suprir o funcionamento desses alarmes.

 

E não só isso. Sistemas de intercomunicação, como interfones, também devem ser instalados dentro das cabinas, para comunicação com a portaria. E, claro, devem ter fornecimento de energia alternativa para emergências, pois precisam funcionar mesmo com a falta de luz.

 

Há ainda mais uma solução importante para o caso de falta de luz. Hoje, a maioria dos prédios é equipada com geradores de energia, que garantem, pelo menos, a retirada de pessoas das cabinas até que o abastecimento de energia seja restabelecido. Mas geradores não substituem a necessidade das luzes de energia, alarmes de emergência ou interfones que funcionem independentes da energia convencional de todo o prédio. Eles devem estar sempre funcionando adequadamente.

 

Também cuide da iluminação dos corredores e outros locais de acesso às cabinas (para saber mais sobre o tema, leia aqui). A iluminação desses espaços facilita o trânsito junto aos elevadores, mas, também, evita acidentes, pois permite a leitura adequada dos alertas externos de elevadores e facilita ao usuário a constatação de que o elevador encontra-se naquele andar para utilização.

 

Consulte a empresa que cuida da manutenção de seus elevadores para saber quais as opções de energia de emergência são viáveis ao seu condomínio.



Gostou? compartilhe!